Bem vindo

Bem vindo

sexta-feira, 13 de maio de 2016

Professores do Departamento de Zootecnia visitam propriedade de produção de búfalos em Guaíra-PR

Professors from the Department of Animal Science visit water buffalo farm in Guaíra - PR

Os professores José Antônio de Freitas, Willian Gonçalves do Nascimento e Américo Fróes Garcez Neto, do Departamento de Zootecnia da UFPR, visitaram nessa sexta-feira (13/05) o pecuarista e agricultor Sr. Rosalino Weber, no município de Guaíra-PR. O senhor Weber é produtor de búfalos Murrah para corte a mais de 15 anos e na visita explicou aos professores da UFPR o manejo adotado na sua propriedade, que conta atualmente com um rebanho de cerca de 500 animais. A partir dessa visita os professores esperam ter a oportunidade de retornar a propriedade para demonstração de práticas e outras atividades relacionadas à criação de bufalos.

Fig 1. Da esquerda para direita: Professor Willian, Sr. Rosalino Weber, Professor José Antônio.

Fig 2. Rebanho em pastejo
Fig 3. Da esquerda para direita: Professor Américo, Sr. Rosalino Weber, Professor José Antônio


Fig 4. Búfala Murrah

Fig 5. Rebanho de fêmeas Murrah

Fig 6. Rebanho de fêmeas Murrah


Fig 7. Rebanho de fêmeas Murrah

quarta-feira, 4 de maio de 2016

Novo professor no Departamento de Zootecnia em Produção de Ruminantes

New professor at the Department of Animal Science in Ruminant Production

O Departamento de Zootecnia anuncia a contratação do Dr. Willian Gonçalves do Nascimento como professor da Universidade Federal do Paraná na área de Produção de Ruminantes. Willian é professor das disciplinas de Zootecnia, Nutrição de Ruminantes e de Bubalinocultura.

Ele recebeu seu doutorado pela Universidade Estadual de Maringá em 2005, participando do programa sanduíche com o Institut National de la Recherche Agronomique – INRA, França. Foi pesquisador do Instituto Agronômico do Paraná até 2009. Desde 2009, professor no Departamento de Zootecnia da Universidade Federal Rural de Pernambuco, Brasil. Suas principais área de interesse na pesquisa são a produção de bovinos de corte e nutrição de ruminantes.

terça-feira, 18 de agosto de 2015

Fundo Newton apoia bolsas, mobilidade de pesquisa e ajuda financeira a pesquisadores do Reino Unido para desenvolvimento de pesquisas no Brasil

Newton Fund: Fellowships, Research Mobility, and Young Investigator Awards for UK researchers in Brazil



Agências estaduais de apoio à pesquisa no Brasil, vinculadas ao Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (CONFAP), estão lançando chamadas de apoio a pesquisadores baseados em instituições de pesquisa e universidade britânicas que desejam desenvolver projetos de pesquisa no Brasil por um período de duas semanas a quatro anos, em colaboração com pesquisadores Brasileiros. A Fundação Araucária é uma das agências participando da chamada.

Iniciativas de pesquisa junto aos projetos e linhas de interesse científico com o Grupo de Estudos em Nutrição de Ruminantes e Forragicultura são bem-vindas.

Áreas de pesquisa:
1) Produção e avaliação de silagens de milho e gramíneas tropicais;
2) Avaliação fisiológica, morfológica e estrutural de pastos em sistemas de integração lavoura-pecuária-floresta;
3) Uso de aditivos para bovinos em pastejo;
4) Uso de aditivos e avaliação de dietas na terminação de cordeiros confinados.

Contatos podem ser feitos com o Prof. Dr. Américo Garcez.
americo.garcez@ufpr.br
Encerramento da chamada:25 de Outubro de 2015
Regras gerais da chamada - clique aqui
Website da chamada - clique aqui

sábado, 15 de agosto de 2015

Pesquisa do Grupo de Estudo em Nutrição de Ruminantes e Forragicultura é apresentada na Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Zootecnia em Minas Gerais

Research from the Study Group on Ruminant Nutrition and Forage Crops is presented in the Annual Meeting of the Brazilian Society of Animal Science in Minas Gerais


Resultados de pesquisas conduzidas pelo Grupo de Estudo em Nutrição de Ruminantes e Forragicultura (GENFOR) foram apresentados na 52ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Zootecnia, em Belo Horizonte – Minas Gerais. Os trabalhos foram apresentados por alunos da graduação do GENFOR, Jean Carlos Steinmacher Lourenço, Bruna Naomy Zuffo e Douglas Bloedorn, e fazem parte de duas pesquisas desenvolvidas na UFPR Palotina. Dois trabalhos apresentam as alterações na estabilidade aeróbia e na composição nutricional de silagens de Penissetum purpureum cv. Pioneiro com níveis crescentes de permeado de soro de leite e inoculante microbiológico com Lactobacillus buchneri.  Outro trabalho apresenta um estudo sobre as mudanças estruturais e de interceptação luminosa pelo dossel em pastos de capim MG4 sob lotação intermitente.


Participação dos estudantes do GENFOR na 52 Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Zootecnia em Belo Horizonte - Minas Gerais. Da esquerda para direita: Jean Carlos Steinmacher Lourenço, Bruna Naomy Zuffo e Douglas Bloedorn.

As pesquisas visam avaliar o potencial de uso do permeado de soro do leite, em associação com Lactobacillus buchneri, como aditivos na fermentação de silagens de capins tropicais de elevada capacidade de produção de matéria seca, mas que apresentam baixos níveis de carboidratos solúveis e dificuldade de conservação após a abertura dos silos. Em relação a pesquisa sobre pastos sob lotação rotacionada, os resultados fazem parte de um estudo mais abrangente em que pastos sob lotação rotacionada são avaliados em diferentes sistemas de produção envolvendo pastos em monocultivo tradicionais e pastos de integração pecuária-floresta e lavoura-pecuária. A caracterização desses pastos deverá permitir avaliar o impacto de práticas mais conservacionistas de manejo sobre a sustentabilidade e produtividade pecuária.

Apresentação de Posters (Clique Abaixo) - Poster Presentation (Click Below)


GENFOR presente na Reunião Anual da Associação Americana de Ciências em Gado de Leite – Sociedade Americana de Ciência Animal - 2015

GENFOR presents at the American Dairy Science Association - American Society of Animal Science Joint Annual Meeting - 2015


O Grupo de Estudos em Nutrição de Ruminantes e Forragicultura (GENFOR) foi representado pelo professor Américo Garcez na Reunião Anual da ADSA-ASAS 2015, em Orlando, Flórida-EUA.  Dr. Garcez apresentou resultados de uma pesquisa desenvolvida no Brasil com cordeiros confinados em terminação alimentados com diferentes fontes de nitrogênio não protéico (ureia protegida vs. não protegida) e carboidrato (milho vs. permeado de soro desidratado). Os resultados parciais são parte de um amplo estudo que também contou com o apoio da Universidade de Hohenheim – Alemanha. Os abstracts apresentados são de uma pesquisa desenvolvida pela estudante de mestrado Dayanna Pastal para sua dissertação e reúne informação sobre carcaça, peso e rendimento de cortes, características do lombo, parâmetros sanguíneos, seleção da dieta e comportamento ingestivo. Ao final da pesquisa será possível melhor compreender os efeitos metabólicos da associação desses nutrientes sobre os animais confinados.


Professor Américo Garcez na apresentação dos trabalhos durante a reunião anual da ADSA-ASAS em Orlando, Flórida-EUA.

Apresentação de Posters (Clique Abaixo) - Poster Presentation (Click Below)


terça-feira, 12 de maio de 2015

Nova chamada aberta para Mestrado em Ciência Animal em 2015

Master Program in Animal Science has open a new call for 2015



Foi aberto o edital 07/2015 para o ingresso de novos alunos no segundo semestre de 2015. A chamada envolve processo de seleção, o qual avalia o CV, nota em exame de conhecimentos e entrevista. O candidato pode efetuar sua inscrição diretamente na secretaria do programa ou submeter seu formulário de candidatura e outros documentos pelo correio até o encerramento da chamada (02 Jun: Sedex ou 05 Jun: Secretaria de Palotina).

O professor do programa em Ciência Animal na área de Forragicultura e Nutrição de Ruminantes, Dr. Américo Garcez, abrirá 2 vagas para ingresso em 2015. Os projetos de interesse para pesquisa envolvem:

1) Produção e avaliação de silagens de milho e gramíneas tropicais quanto as perdas, capacidade fermentativa, estabilidade e valor nutricional;
2) Avaliação fisiológica, morfológica e estrutural de pastos em sistemas de integração lavoura-pecuária-floresta;
3) Uso de aditivos para bovinos em condição de pastejo;
4) Adaptação morfológica e estrutural de forrageiras sob diferentes regimes de luminosidade para uso em sistemas silvipastoris;
5) Uso de aditivos e balanceamento de dietas para cordeiros confinados em terminação.

Edital 07/2015
Formulário de inscrição
Modelo de Formulário para GRU

Interessados devem entrar em contato com o professor Américo Garcez para maiores informações.

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Grupo de Estudos em Nutrição de Ruminantes e Forragicultura apresenta trabalhos no IX Congresso Nordestino de Produção Animal

The study Group on Ruminant Nutrition and Forage Crops presents works during the IX Northeast Congress of Animal Production

O professor Américo Garcez, a mestranda Dayanna Pastal e o graduando Eduardo Michelon do Nascimento apresentaram posters de trabalhos científicos desenvolvidos no programa de pós-graduação em ciência animal no IX Congresso Nordestino de Produção Animal, realizado em Ilhéus – Bahia, no período de 11 a 14 de novembro.

Grupo de Estudos de Nutrição de Ruminantes e Forragicultura presente no IX Congresso Nordestino de Produção Animal, em Ilhéus - Bahia. Da esquerda para a direita: Dr. Américo Garcez, Dayanna Pastal (estudante de pós-graduação) e Eduardo Michelon do Nascimento (estudante de graduação).

Os trabalhos apresentados fazem parte das dissertações desenvolvidas dentro do programa  em ciência animal sob orientação do professor Américo envolvendo estudo com diferentes fontes nitrogenadas não protéicas e de carboidratos na alimentação de cordeiros confinados, estudo da ensilagem de cultivar de Pennisetum purpureum com permeado de soro de leite desidratado e Lactobacillus buchneri, bem como o estudo das mudanças estruturais e morfológicas de pastos em sistema de integração lavoura-pecuária.

Ao todo foram cinco posters, sendo três envolvendo o estudo com silagem na avaliação nutricional e de perdas totais acumuladas e relativas, um estudo sobre a caracterização morfológica de pastagens sob sistema de integração lavoura-pecuária, e um estudo sobre o comportamento ingestivo de ovinos confinados alimentados com diferentes fontes nitrogenadas não proteicas e de carboidratos (amido x lactose).

Novos mestres titulam no Programa em Ciência Animal

New masters graduate in the Animal Science Program

Mestrandos do Programa em Ciência Animal defenderam suas dissertações recentemente sob orientação do professor Américo Garcez. Um dos trabalhos foi apresentado pelo estudante Tiago Machado dos Santos, que avaliou os efeitos associados da adição de permeado de soro desidratado (até 30% na MN) e de Lactobacillus buchneri na ensilagem de cultivar de Pennisetum purpureum (Capim Pioneiro). No estudo foram analisados parâmetros nutricionais, perdas acumuladas totais e relativas durante a fermentação, a estabilidade aeróbia e parâmetros fermentativos.

O estudo foi conduzido utilizando a forragem com teor de matéria seca relativamente baixa para os padrões ideais de fermentação, mas comum na maioria das propriedades que utilizam cultivares de Pennisetum purpureum. De acordo com os resultados, pode-se concluir pelo elevado potencial de ensilagem do cultivar Pioneiro, mesmo com teores de matéria seca relativamente baixos. Pelo estudo, sugere-se que a adoção de aditivos ricos em carboidratos e Lactobacillus buchneri só seria mais efetiva caso o cultivar Pioneiro apresentasse maiores níveis de matéria seca na ensilagem.

Banca de defesa do mestrando Tiago Machado dos Santos. Da esquerda para a direita Dr. Sergio Rodrigo Fernandes (UFPR), Tiago Machado dos Santos, Dr. Américo Fróes Garcez Neto (UFPR) e Dra. Kátia Fernanda Gobbi (Instituto Agronômico do Paraná - IAPAR).

Outro trabalho foi apresentado pela estudante Diana Rosana Vivian, em um estudo com a utilização de ureia convencional na substituição de proteína verdadeira na alimentação de cordeiros confinados. No estudo foram avaliados parâmetros sanguíneos e de desempenho dos animais, em função das doses de ureia nas dietas (0,0; 0,5; 1,0 e 1,5% na MS). A adição de ureia não prejudicou os parâmetros sanguíneos e o desempenho dos cordeiros cruzados Dorper x Santa Inês, os quais tiveram um ganho médio diário de aproximadamente 220g por dia, recebendo dietas com 17% de proteína e 67% de nutrientes digestíveis totais.

Banca de defesa da mestranda Diana Rosana Vivian. Da esquerda para a direita Dr. Cláudio Vaz Di Mambro Ribeiro (UFBA), Dr. Américo Fróes Garcez Neto (UFPR), Diana Rosana Vivian e Dr. José Antônio de Freitas (UFPR).


segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Projetos de Interesse para chamada 04/2014 do Mestrado em Ciência Animal

Projects of interest to the call 04/2014 of the Master Program in Animal Science

O edital 04/2014 do Mestrado em Ciência Animal está com as inscrições abertas. O professor do programa em Ciência Animal na área de Forragicultura e Nutrição de Ruminantes, Dr. Américo Garcez, abrirá 3 vagas para ingresso em 2015. Os projetos prioritários envolverão:

1) uso de silagens mistas de milho e forrageiras tropicais quanto as perdas, capacidade fermentativa, estabilidade e valor nutricional;
2) avaliação fisiológica, morfológica e estrutural de pastos em integração lavoura-pecuária-floresta; 3) padrão de pastejo de bovinos em integração lavoura-pecuária-floresta;
4) oferta de forragem e uso de aditivos para bovinos como estratégia para sustentabilidade das pastagens e redução na emissão de metano;
5) adaptação morfológica e estrutural de forrageiras sob diferentes regimes de luminosidade para uso em sistemas silvipastoris;
6) uso de fontes nitrogênio não protéico e carboidratos na dieta de cordeiros confinados.

Interessados devem entrar em contato com o professor Américo Garcez para maiores informações.

O Programa de Mestrado em Ciência Animal está com edital aberto para ingresso em 2015

Master Program in Animal Science has open a call for 2015

Foi aberto o edital 04/2014 para o ingresso de novos alunos no primeiro semestre de 2015. A chamada envolve processo de seleção, o qual avalia o CV, nota em exame de conhecimentos e entrevista. O candidato pode efetuar sua inscrição diretamente na secretaria do programa ou submeter seu formulário de candidatura e outros documentos pelo correio até o encerramento da chamada (14 Nov 2014).



Chamada
Formulário de inscrição
Taxa de inscrição

Dúvidas também podem ser encaminhadas para: ppgca@ufpr.br

sexta-feira, 8 de agosto de 2014

O Grupo de Estudo em Nutrição de Ruminantes e Forragicultura apresenta trabalhos na Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Zootecnia

The Study Group on Ruminant Nutrition and Forage Crops present scientific papers at the 51st Annual Meeting of the Brazilian Society of Animal Science


O Grupo de Estudos em Nutrição de Ruminantes e Forrageiras (GENFOR) esteve presente na 51a Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Zootecnia realizada em Aracajú-Sergipe, Brasil. O foco da reunião foi sobre as mudanças ambientais globais e seus efeitos sobre a cadeia do agronegócio, bem como conhecer as novas tecnologias que beneficiem a produção animal.

O GENFOR esteve representado na reunião pelo Professor Américo Garcez, o Pesquisador de Pós-Doutorado Sergio Fernandes, Tiago M. Santos (aluno do Programa de Mestrado em Ciência Animal), Larissa Goltz, Ricardo D. Kliemann e Jean Carlos S. Lourenço (estudantes de graduação).

O GENFOR apresentou os resultados preliminares de uma pesquisa desenvolvida no Paraná sobre Integração Lavoura-Pecuária-Floresta, e uma pesquisa sobre a conservação de forragem descrevendo o potencial do Pennisetum purpureum para produção da silagem utilizando lactose como fonte adicional para a fermentação. O estudo de integração Lavoura-Pecuária-Floresta é parte de uma colaboração internacional de pesquisa com a Universidade de Hohenheim - Alemanha, e com o apoio brasileiro da Cocamar Cooperativa Agroindustrial.

A primeira parte do estudo envolveu a análise das mudanças de comportamento de pastejo de bovinos de corte em pastagens tradicionais, pastagens de sistema Lavoura-Pecuária, e pastagens de sistema Pecuária-Floresta. As medições de pastejo foram conduzidas por nossos parceiros alemães em uma abordagem comparativa com registros visuais e dispositivos automatizados para caracterizar o processo de ruminação e alimentação, e o padrão de distribuição de pastejo sobre as áreas (componente animal). Os resultados apresentados na reunião descrevem o estado do pasto de uma pastagem integrada ao sistema Lavoura-Pecuária, sob lotação rotacionada (componente forrageiro). O objetivo é caracterizar como as plantas e os animais podem ser integrados de forma sustentável em diferentes sistemas agrícolas. Ao todo o GENFOR apresentou quatro trabalhos de pesquisa, os quais foram apresentados pelos estudantes Ricardo D. Kliemann, Larissa Goltz e Jean Carlos S. Lourenço.


Equipe do Grupo de Estudos em Nutrição de Ruminantes e Forragicultura (GENFOR) presente Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Zootecnia. Da esquerda pra direita: Américo Garcez, Larissa Goltz, Jean Carlos S. Lourenço, Ricardo D. Kliemann, Tiago M. dos Santos e Sergio R. Fernandes.

Apresentação de Posters (Clique Abaixo) - Poster Presentation (Click Below)

terça-feira, 10 de junho de 2014

Seleção Complementar para o Mestrado em Ciência Animal – Inscrições Abertas

Application for Master in Animal Science – Open

O Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal está com edital complementar aberto para seleção de estudantes de mestrado. As vagas (duas) disponíveis são para o desenvolvimento dos projetos: a) Estudo de sincronização entre proteína e energia na alimentação de cordeiros confinados e b) Avaliação de forrageiras e animais em sistema de integração lavoura-pecuária-floresta no oeste do Paraná, sob orientação do Prof. Américo Garcez. O período de inscrição será até dia 30/06/2014. Maiores informações podem ser acessadas no edital de seleção, no endereço do programa: Clique Aqui

domingo, 11 de maio de 2014

Pesquisa desenvolvida no Oeste do Paraná estuda as mudanças no comportamento de pastejo de bovinos entre diferentes sistemas de produção

Research developed in the western of Paraná studies the grazing behavior changes of cattle between different systems of production

Um estudo apoiado por cooperação de pesquisa internacional envolvendo a Universidade Federal do Paraná (BR) e a Universidade de Hohenheim (GER) está analisando as mudanças no comportamento de pastejo de bovinos de corte em pastagens tradicionais e pastagens de integração Lavoura-Pecuária e Pecuária-Floresta no Brasil. O estudo iniciou com um período pré-experimental para validação de equipamento automatizado para registro do comportamento ingestivo com metodologia clássica de observação visual. Em vez de utilizar registros sonoros os equipamentos utilizados na pesquisa são baseados em sensores de pressão acoplados à cabrestos bovinos, de modo que diferentes movimentos mandibulares possam ser detectados para melhor caracterizar o processo de ruminação e alimentação.

A maior parte dos animais usados no desenvolvimento de sistemas automatizados para registro do pastejo é formada por raças europeias. Devido a grande área de pastagens (cerca de 172 milhões de hectares) e ao número de animais zebuínos usados na produção de bovinos no Brasil, é importante que técnicas automatizadas como essas sejam testadas em condições subtropicais e com animais zebuínos para melhor descrever o processo de pastejo. Para melhorar o estudo de comportamento animal medidas de padrão de pastejo foram incluídas no estudo com a utilização de dispositivos geo-referenciados baseados em GPS.

Esses padrões podem ser diferenciados em condições subtropicais, particularmente considerando sistemas tradicionais (pastos em monocultivo) e silvipastoris (pastos integrados a cultivos florestais com eucalipto). Medidas do pasto e das condições microclimáticas entre todos os sistemas serão utilizados durante o estudo para melhor entender as possíveis mudanças no comportamento animal.

Fase Pré-Experimental

 Fase Pré-Experimental: Medidas estruturais da vegetação antes da validação

Fase Pré-Experimental: Configuração dos cabrestos 

Fase Pré-Experimental: Ajuste do cabresto à animais zebuínos 

Fase Pré-Experimental: Validação do sistema automatizado com observação visual de movimentos mandibulares

 Fase Pré-Experimental: Validação do sistema automatizado com observação visual de movimentos mandibulares

Sistema Lavoura-Pecuária: Avaliação estrutural do pasto 

Sistema Lavoura-Pecuária: Avaliação estrutural do pasto

 Sistema Tradicional: Avaliação estrutural do pasto com analisador de dossel

Sistema Tradicional: Avaliação estrutural do pasto com analisador de dossel

Sistema Tradicional: Avaliação do comportamento de pastejo por meio de observação visual

Sistema Pecuária-Floresta: Medidas microclimáticas de temperatura do ar, de globo negro, do solo e umidade relativa  

Sistema Pecuária-Floresta: Bovino em pastejo em ambiente silvipastoril com pasto de 10 metros de largura e filas duplas de eucalipto

UFPR Palotina participa do 8º Encontro Técnico de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta em Goiás

UFPR participates in the 8th Technical Meeting on Crop-Livestock-Forestry Integration held in Goiás State

O professor Américo Garcez, da área de Forragicultura e Pastagens, do Campus Palotina, representou a Universidade Federal do Paraná no 8º Dia de Campo de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta realizada em Goiás, nos dias 19 e 20 de março de 2014. O evento foi organizado pela rede de fomento da ILPF do Brasil, onde fazem parte a John Deere, Cocamar, Syngenta e Embrapa, com o apoio da Fazenda Santa Brígida.

O evento serviu para apresentação das inovações e desenvolvimento atual da ILPF, com palestras técnicas mostrando as vantagens produtivas, econômicas, sociais e ambientais do cultivo integrado entre todos os componentes do sistema, além das perspectivas da pesquisa, do ensino e do fomento na área. Durante as palestras foi destacado o papel da ILPF para a rápida recuperação da capacidade produtiva de cerca de 10 milhões de hectares de áreas com diferentes graus de degradação no país, com custo significativamente mais baixo para os seus usuários.

Após as palestras, foi feita uma visita a Fazenda Santa Brígida, que vem sendo uma das principais unidades de referência nacional da integração no país. Na oportunidade foram apresentadas diferentes modalidades de integração, tais como o consórcio e a rotação de culturas e animais.

8º Encontro Técnico de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta, Goiás, Brasil.

Integração Lavoura-Pecuária-Floresta na Fazenda Santa Brígida, Goiás, Brasil

Milho em consórcio com Brachiaria na Fazenda Santa Brígida, Goiás, Brasil

Melhoria da estrutura do solo após a colheita do milho com o desenvolvimento radicular no pasto de Brachiaria na Fazenda Santa Brígida, Goiás, Brasil

Plantio de Eucalipto em linhas triplas com três anos de idade em sistema silvipastoril na Fazenda Santa Brígida, Goiás, Brasil

Pasto de Brachiaria em sistema silvipastoril com 21 metros de largura e filas triplas de eucalipto com três anos de idade na Fazenda Santa Brígida, Goiás, Brasil

De acordo com o professor Garcez parte do que está sendo desenvolvido no Centro-Oeste já está em uso no Sul do Brasil, particularmente nas regiões com solos de menor fertilidade e maiores problemas de estrutura física e de acúmulo de matéria orgânica. No entanto, tais sistemas apresentam grande potencial de retorno econômico e de sustentabilidade em outras regiões do país.

sábado, 15 de março de 2014

GENFOR passa a contar com veículo de apoio próprio para os seus projetos de pesquisa e trabalhos de campo

GENFOR has its own vehicle to support the research projects and field work

O Grupo de Estudos em Nutrição de Ruminantes e Forragicultura (GENFOR) passa a contar com veículo próprio para o desenvolvimento de atividades de pesquisa e coletas de campo. Apesar de se tratar de um veículo leve, o grupo passa a ter maior autonomia em operações que não demandem transporte de grande quantidade de carga ou amostras. Nesses casos, o grupo de trabalho ganha maior flexibilidade e independência no planejamento das atividades. Para o transporte de cargas maiores ou grande número de amostras, o grupo continua com suporte dos veículos da universidade. O veículo foi adquirido por meio de recursos do professor Américo Garcez, a fim de proporcionar a todo o seu grupo de pesquisa uma melhor infraestrutura para o desempenho de suas atividades.

Veículo de apoio às pesquisas do Grupo de Estudos em Nutrição de Ruminantes e Forragicultura

sábado, 22 de fevereiro de 2014

Colheita de feno pela equipe do GENFOR - UFPR

Hay harvest by GENFOR team - UFPR

Hoje a equipe do GENFOR iniciou a colheita de feno para o próximo projeto do Laboratório de Nutrição Animal que avaliará a nutrição de cordeiros com fontes de alta e baixa degradabilidade de N associadas ao suprimento de carboidratos com diferentes padrões de fermentação. O projeto prevê a participação da Universidade de Hohenheim – Alemanha – como parte do desenvolvimento de um grupo de pesquisa colaborativa entre os dois países, envolvendo pesquisadores e o intercâmbio de alunos de pós-graduação.

Campo sendo cortado para produção de feno.

Forragem utilizada para a produção de feno - Convert HD364 (Brachiaria hibrida) - Dow Agrosciences.

Colheita de fardos de Convert HD364 (Brachiaria hibrida) – Dow Agrosciences.


domingo, 16 de fevereiro de 2014

Medir ou não medir? A perspectiva do planejamento de forragem

Measure or not to measure ? Forage Budget Perspective

A relação entre o suprimento e a demanda de forragem em muitos casos na pecuária brasileira ainda é tratada de uma forma subjetiva sem a devida abordagem técnica que o assunto merece. Um dos pontos fundamentais na avaliação da produtividade na atividade agrícola é a devida quantificação de tudo que se produz e se perde, para que novas estratégias de manejo possam ser implementadas com segurança de forma que metas mais elevadas de produção sejam alcançadas.

A atividade pecuária, diferentemente do que se vê na agricultura, tem um ciclo normalmente mais longo do que muitas culturas agrícolas, aceitando perdas acumuladas e duradouras que diminuem significativamente a eficiência desses sistemas. Uma das lições que podemos tirar, além dos cultivos agrícolas, vem da cadeia produtiva de aves e suínos. O desenvolvimento tecnológico nesses setores foi determinante para o aumento do suprimento de proteína de origem animal de menor custo para um universo cada vez maior da população mundial. Parte da explicação? Rigor na quantificação de ganhos e perdas em todo o processo de produção, associado à investimentos em sanidade, nutrição e melhoramento. Onde fica a produção brasileira de ruminantes nesse contexto?

Podemos dizer que somos plenamente capazes de aumentar significativamente nossa produtividade de carne e leite, sem avançar sobre áreas de florestas naturais, utilizando as nossas áreas de pastagens onde os animais podem ser criados em condição de bem-estar mais próximas do que a sociedade atualmente espera dos nossos produtores.

Não é uma tarefa tão simples quando consideramos os múltiplos fatores envolvidos na criação a campo (seca, alagamento, pragas, geada, etc) e que não estão diretamente envolvidos em sistemas confinados. Mas um aspecto é fundamental e pode ser o ponto de partida para uma análise mais efetiva de como melhorar os sistemas de produção de ruminantes a campo, quantificar o que somos capazes de produzir como forragem aos nossos animais. Algumas técnicas de amostragem de forragem em pastagens podem ser consultadas em diferentes fontes ou na internet com relativo sucesso, mas usar essas informações apropriadamente também é fundamental para o que chamamos de planejamento forrageiro.

No link anexo à postagem é apresentada um exemplo de planilha com dados de produção estacional de algumas forrageiras para a região sudeste do Brasil, que podem ser alteradas com informações de outras espécies e produção. Na planilha podem ser verificadas as imensas variações de produção de forragem entre curvas de produção determinadas pela maior ou menor presença de chuvas, situação mais comum na maior parte do Brasil pecuário. Em um rápido exercício de simulação, podemos perceber quão importante é a quantificação da produção na definição de um planejamento para que nossos animais tenham acesso regular ao seu alimento básico, forragem, mesma que ela seja fornecida diretamente como pasto ou suprida aos animais como suplemento estratégico na forma de feno ou silagem.

Planejamento de Forragem em Planilha Excel - CLIQUE AQUI

Leitura não relacionada diretamente às pastagens mas bastante interessante:
A Medida do Mundo - A Busca Por Um Sistema Universal de Pesos e Medidas

Programa de Mestrado em Ciência Animal - UFPR realiza a sua primeira defesa de dissertação

Master Program in Animal Science - UFPR has its first dissertation defense

O Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal da UFPR realizou no dia 13 de fevereiro a sua primeira defesa de dissertação. A defesa da dissertação da Mestranda Luciana Helena Kowalski, orientada pelos professores Dr. José Antônio de Freitas (Orientador) e Dr. Paulo Rossi Jr (Coorientador), foi realizada no Setor Palotina, com o trabalho onde foram apresentadas as relações entre caraterísticas reprodutivas e de consumo como medidas para seleção de bovinos Purunã em crescimento para produção de touros melhoradores. O Purunã tem como base da sua formação as raças Aberdeen Angus, Charolês, Canchim e Caracú.

Banca examinadora e Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal no dia da defesa da dissertação. Da esquerda para direita: Prof. Dr. Alexandre Leseur dos Santos (UFPR-Palotina), Dr. José Luis Moletta (IAPAR), Luciana Helena Kowalski (Mestranda), Prof. Dr. Paulo Rossi Jr. (UFPR-Curitiba).

A defesa marca o início de outras que acontecerão no decorrer desse semestre, e que encerrarão as atividades da primeira turma de mestrandos ingressos no programa em 2012. O tema da pesquisa da  Luciana Kowalski apresenta alguns aspectos de desempenho produtivo e reprodutivo de Bovinos Purunã, de modo que possam ser usados com critérios mais eficazes em processos de seleção desses animais para consolidação do programa iniciado, e que ainda se encontra em desenvolvimento, pelo Instituo Agronômico do Paraná (IAPAR). A pesquisa foi desenvolvida em uma parceria com o IAPAR, na Fazenda Modelo do instituto em Ponta Grossa-PR.

De acordo com o Dr. José Luis Moletta, pesquisador do IAPAR e um dos membros da banca de defesa, os resultados obtidos na pesquisa serão de grande importância no direcionamento das diretrizes de seleção aplicadas pelo IAPAR na construção da raça Purunã, para atender a demanda da atividade pecuária na produção de animais mais precoces e de alta eficiência na produção de carne. Dando continuidade ao experimento iniciado pela Luciana, o IAPAR pretende agora acompanhar o desempenho da prole dos touros, provados como superiores na pesquisa da Luciana, em fazendas comerciais onde esses animais foram introduzidos.

quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

Show Rural 2014: Cascavel – PR

Rural Show 2014: Cascavel-PR

Grupo de trabalho do Laboratório de Nutrição Animal da UFPR esteve presente no Show Rural 2014, em Cascavel-PR, Brasil. A feira é um evento anual e aconteceu entre os dias 3 e 7 de fevereiro. No evento, considerado umas das principais exibições voltadas ao desenvolvimento tecnológico aplicado na agricultura do Brasil, são apresentadas exposições dinâmicas de máquinas e equipamentos de ultima geração na agricultura. Apesar de ser um evento voltado ao desenvolvimento de culturas agrícolas, também foram apresentadas várias espécies forrageiras para pastejo e silagem, técnicas e máquinas de interesse na produção pecuária, envolvendo suínos, aves, bovinos de corte e bovinos de leite.

Sorgo granífero para produção de silagem modificado geneticamente para redução do conteúdo de fibra.

Animais da raça Purunã, desenvolvida pelo IAPAR, envolvendo o cruzamento de Angus, Canchim, Charolês e Caracú, utilizados no sistema de integração lavoura-pecuária.

Animais da raça Purunã, desenvolvida pelo IAPAR, envolvendo o cruzamento de Angus, Canchim, Charolês e Caracú, utilizados no sistema de integração lavoura-pecuária

Setor de bovinos de corte em sistema de integração lavoura-pecuária no Show Rural, Cascavel-PR.

Na área da bovinocultura de corte, foi realizada uma apresentação de campo, onde o grupo da UFPR pode observar as técnicas aplicadas pelo Instituto Agronômico do Paraná (IAPAR) para a produção integrada de soja e carne em uma área de 2,5ha. Em cerca de 30% dessa área é mantida pastagem perene de capim-mombaça e no restante são cultivadas soja, no período do verão, e aveia, centeio, triticale e leguminosas, no período do inverno. Os animais mantidos em condição de pastejo ao longo de todo o ano e recebendo pequena suplementação de aveia em grão no seu acabamento, tem produzido cerca de 100 arrobas de carne por hectare, e possibilitando uma produção de 4.200kg de soja por hectare, com ótimos resultados em termos de reciclagem de nutrientes e proteção de palhada ao solo.

Parcelas demonstrativas de forrageiras dos gêneros Brachiaria e Panicum em um dos estandes da feira.

Estandes de algumas empresas que estiveram presentes no Show Rural, Cascavel-PR.

Estandes de algumas empresas que estiveram presentes no Show Rural, Cascavel-PR.

Estandes de algumas empresas que estiveram presentes no Show Rural, Cascavel-PR.